terça-feira, 17 de março de 2009

Retratos de Luanda - I

Papa Bento XVI segue a grande velocidade pelas ruas de Angola, fintando o trânsito de forma destemida, por vezes irracional, para escapar ao caos do amontaoado de carros!
Mas não, não se enganem, o Papa ainda não chegou. É só um poster com a foto do Papa que foi colado, com a ajuda do limpa para-brisas, na dianteira de uma carrinha Hiace azul e branca.E que diz : "Bento XVI abençoa a nossa terra", um dos lemas oficiais da visita.
A carrinha, marcada já pelas cicatrizes do tempo, feitas certamente durante uma dessas manobras corajosas para serpentear o trânsito, também não é uma carrinha qualquer. É um táxi. Mas qualquer semelhança com os táxis europeus começa e termina na palavra.
"Candongueiros", é como também lhes chamam. Um conduz a carrinha, o outro está pendurado na chapa metálica, com a porta da Hiace aberta, a gritar "Congolenses", ou então"São Paulo". Consoante o sitio para onde o chamado táxi, com aspas, se dirige, lá é feito o anúncio. A questão aqui é que a carrinha não leva uma pessoa, nem duas, mas quantas couberem, e também aquelas que não cabem! Um "auto-táxi", mistura de táxi com autocarro.
Vão saindo e entrando com a mesma ligeireza com que dão a nota de 100 kwanzas (cerca de 1 euro ) ao "cobrador". Aqui não há. Nem ar condicionado.
Mas ao menos já se sabe ao que vai. Há aqui uma certa justiça. Quem apanha o candongueiro já sabe que vai largar da carteira aqueles kwanzas, e que pelo menos o taxímetro não vai marcar para além do que devia ...

João Santos Duarte

1 comentário:

  1. Excelente relato!
    Bom trabalho aos jornalistas da RR

    ResponderEliminar

Footer